Publicidade
Apriori Cucina
 
 
LostBrasil
 Portal Portal  Fórum Fórum  Orkut  Twitter  FAQ FAQ  Pesquisar Pesquisar  Membros Membros  Grupos Grupos
 
Registrar :: Entrar Entrar e ver Mensagens Particulares
 




Menu
Portal
Fórum
Notícias
Sinopses
Outras Séries
Orkut
Links
Livros de Lost
DVDs de Lost
O que é Lost?
Quem Somos
Regras


» Acesso Restrito «
The Lockdown
Chat V.I.P.


Colabore


Saldo atual:40%



Calendário
23/05/2010
ABC: 6x17/18 - The End

25/05/2010
AXN: 6x17/18 - The End

Perfil
Usuário:

Senha:

 Lembrar senha



Esqueci-me da senha



Ainda não se registrou?

Faça seu cadastro.
É de graça!



LostBrasil - Índice do Fórum » Esportes  » Fórmula 1 » Mudanças para 2010

Novo Tópico  Responder Mensagem Ir à página 1, 2  Próximo printer-friendly view
 Mudanças para 2010 « Exibir mensagem anterior :: Exibir próxima mensagem » 
Autor
Mensagem
GaBa
MensagemEnviada: Quinta Abril 30, 2009 10:20  |  Assunto: Mudanças para 2010 Responder com Citação





Sexo: Sexo:Masculino
Idade: 28

Registrado em: Sexta-Feira, 6 de Maio de 2005
Mensagens: 356
Tópicos: 10
Localização: Em casa mesmo

Twitter: @gabrielbecker

Grupos: 
[ABC]
[AXN]
[Globo]
A FIA divulgou hoje as mudanças para 2010, entre elas:

FIA confirma teto de orçamento de R$ 129 milhões a partir de 2010

FIA anuncia proibição do reabastecimento para temporada 2010

Ano que vem promete, com esse teto deve ter novas equipes. FIA aumento o limite de carros a 26, imaginem um campeonato com 26 carros! Quando foi a ultima vez que isso aconteceu?


Do blog do Flavio Gomes.
Citação:
A FIA anunciou hoje seu pacotão de abril, confirmando o teto de orçamento para 2010. Um pouco maior que o anterior, 40 milhões de libras, o que dá R$ 129 milhões. Uma ninharia perto dos quase US$ 500 milhões (cazzo, usei três moedas diferentes, coitado do meu leitor) que a Ferrari e a Toyota gastaram no ano passado, por exemplo.

quero ver o que as duas vão fazer!




Editado pela última vez por GaBa em Quinta Abril 30, 2009 11:14, num total de 1 vez
Voltar ao Topo
GaBa está offline  Ver o perfil do usuários Enviar Mensagem Particular Orkut Profile: https://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=4177080285070738337
reinaguimar
MensagemEnviada: Quinta Abril 30, 2009 10:52  |  Assunto: Responder com Citação





Sexo: Sexo:Masculino
Idade: 35

Registrado em: Segunda-Feira, 23 de Julho de 2007
Mensagens: 1.148
Tópicos: 20
Localização: Betim

Twitter: @reinaguimar

Grupos: 
[AXN]
Boa GaBa, muito boa!!!







Press Release

Formula One Cost Cap Qe-comA

30/04/2009



Why does Formula One need cost capping?

Formula One faces a period of great uncertainty during this harsh recessionary period. Funding a team is increasingly seen as a discretionary spend for the majority of team owners and sponsors. To ensure a healthy grid all are agreed that costs need to be cut.

Two main philosophies have emerged, either i) reduce activity levels through very restrictive technical rules, plus a degree of standardization if required; or ii) restrict the money that teams are allowed to spend (cost capping).

The FIA believes that unfettered technical competition is part of Formula One’s DNA, and would like to see this flourish, but in an environment of strong, responsible and innovative management, not a spending race. For these reasons cost capping is preferred.

What is covered by the cost cap?

Everything except:

* Marketing and promotion we want Formula One teams to look good and to entertain their partners. We want manufacturers to show off their cars at exhibitions and city centre displays, and we want teams and their sponsors to promote Formula One through inclusion in advertising campaigns.

* Drivers and young driver programmes Formula One is the pinnacle of motor racing. Fundamental to this is attracting the world’s best drivers. Moreover we wish to encourage continued investment in young driver programmes.

* Engine costs In order to attract manufacturer owned teams to take up the cost capping option, the FIA have decided to exclude engine costs for 2010 (only)

Furthermore, we are allowing manufacturers to honor existing supply arrangements, provided there is no element of subsidy that could have a cartel-like affect on the engine market.

How did the FIA arrive at the £40m figure?

We arrived at the figure by analysing both revenues and costs in Formula One.

We know what the FOM (Formula One Management) revenue is likely to be in the future, and we have some understanding of realistic sponsorship revenues during the recession. Taken together, it’s possible to project total external revenues for all finishing positions in the Championship. At £40m we believe that 70 per cent of the grid can generate a profit. This transforms the business case for owning a Formula One team, for both manufacturers and private investors. The desired net result is to have a very healthy commercial environment for present and new owners.

We also had a good look at costs, and believe that £40m in combination with greater technical freedom will allow engineers to create Formula One cars even more interesting and exciting than today’s cars.

Will the £40m cap for 2010 be changed for future years?

As set out in the Regulations, the cap for future years will be decided by the FIA. In setting future years’ limits, the FIA will have regard to the progress of the project and the feedback from all stakeholders to the sport.

How does the FIA intend to police the cost cap?

Throughout the construction of the Regulations we have worked with expert forensic accountants.

The Regulations allow for the establishment of a Costs Commission to monitor and assist teams in complying with the Regulations. The Costs Commission will appoint auditors, and other financial experts as required, in order to do this.

A key factor is that all cost capped teams are businesses engaged in exactly the same activities and this enables consistent interpretation of the principles of the regulations. It is difficult to hide engineering activity or to falsify accounts consistently, given the traceability of transactions in today’s world and the access and inspection powers which the Costs Commission will have. The penalties for defrauding the FIA with regard to any willful transgression of any Regulation or any subversion of an investigation are well established.

Is a Costs Commission really needed?

The emphasis is on teams to demonstrate compliance, and to pro-actively seek clarification and interpretation of the Regulations. As the Cost Cap Regulations are new the FIA has decided to provide an appropriate resource, staffed with a small number of financial and technical experts, to deal with such issues, and to monitor compliance, such that the Regulations are effective.

Who pays for the Costs Commission, auditors and other experts, and doesn’t this just add costs, rather than removing them?

The cost capped teams will each pay an equal contribution to cover these costs. The costs involved will represent a tiny fraction of the costs saved in Formula One.

What is the penalty if a team exceeds the cost cap?

This depends on the case. The International Sporting Code covers transgressions in the same manner as for the technical or sporting regulations. There are no ‘fixed penalties’. The Cost Commission will judge the degree of misdemeanor and advise the FIA , who will determine any penalty.

What measures are there to prevent teams spending money this year on a car that will compete under cost cap in 2010?

The teams must demonstrate that they have adhered to the spirit of the regulations and spend no more than 50% of the value of the 2010 cap on the development of the 2010 car (in 2009). Furthermore, there are limits on the value of stock of car parts which can be carried into 2010.

How will you stop manufacturer backed teams from running hidden F1-related projects in their parent companies?

The question is actually asking ‘how will we stop manufacturer teams from cheating’. The principles of determining a fair market value for all activities which are undertaken for the benefit of a team (whether a manufacturer or not) are clearly set out in the Regulations.

No team would wish to be exposed as cheating, so we expect a healthy amount of self-policing. However, the rules are clear on this point, such activities must be declared and appropriately valued. Bear in mind the access that the costs commission and auditors have and their ability to compare reported costs across all cost capped teams.

Will teams be allowed to buy parts from other teams/manufacturers?

Yes, according to the FIA regulations, but one should bear in mind that contractual arrangements with the Commercial Rights Holder will place restrictions on such activities. Inter-team transactions are covered by the regulations.

How many teams do you expect to take up the budget option?

All those who wish to transform the commercial basis of participation for their owners and investors. The FIA believes that cost capping will prove attractive, and it hopes that over time all teams will join. So far, interest has been extraordinarily high from both existing teams and potential new entrants.

If a team decides not to become cost capped now, can it do so at a later date?

Yes, a team will be able to opt to become cost capped in advance of each year of its participation in the Championship.

Are you worried that F1 will effectively become a two-tier championship?

There is one set of Technical Regulations and as always there are choices for all teams as to how they decide to attack the Championships.

For Media Information Purposes - No Regulatory Value.


Fonte: FIA


Voltar ao Topo
reinaguimar está offline  Ver o perfil do usuários Enviar Mensagem Particular MSN Messenger
rafaelrss
MensagemEnviada: Quinta Abril 30, 2009 18:05  |  Assunto: Responder com Citação


Colaboradores



Sexo: Sexo:Masculino
Idade: 37

Registrado em: Terça-Feira, 14 de Fevereiro de 2006
Mensagens: 5.436
Tópicos: 449
Localização: Salvador-BA



Grupos: Nenhum
Tiro no pé na F1?


A Fórmula 1 foi a primeira a lançar o conceito de negócio no esporte, tornando-se hoje uma espécie de personificação do que é pensar primeiro em negócio e depois em esporte (que o diga a história de existir, por contrato, um segundo piloto numa equipe). Mas ainda não sei se foi boa a ideia de banir o reabastecimento de combustível a partir da próxima temporada.

A justificativa é a contenção de gastos com a crise. Mas será que a prática não reduzirá o aporte de um grande parceiro que toda escuderia tem?

Afinal, quando voltou a existir o reabastecimento, as equipes da F1 "ganharam" mais uma propriedade para vender a um patrocinador. E quem criou moda foi a Petrobras, que fez o macacão amarelo com o logo da marca para o funcionário que "enchia o tanque" da Williams. A partir daí, todas as outras passaram a imitá-la, e as empresas do ramo aumentaram o aporte de dinheiro por causa dessa aparição na mídia.

E agora, sem reabastecer o carro, como ficará a história? As equipes precisarão continuar com um parceiro de combustível. Mas perderam um importante argumento para barganhar mais dinheiro com o fim do funcionário exclusivo responsável por reabastecer o carro...

sentindo que foi um tiro no pé.

fonte: Erich Beting


Voltar ao Topo
rafaelrss está offline  Ver o perfil do usuários Enviar Mensagem Particular MSN Messenger
RVangelis
MensagemEnviada: Sexta Junho 19, 2009 08:36  |  Assunto: Responder com Citação


Colaboradores


Onde estão com minha cabeça?

Sexo: Sexo:Masculino
Idade: 39

Registrado em: Segunda-Feira, 2 de Maio de 2005
Mensagens: 6.082
Tópicos: 149
Localização: Fortaleza-CE

Twitter: @RVangelis

Grupos: 
[ABC]
[AXN]
[Globo]
Sem acordo com a FIA, equipes
rompem com a F-1 e lançam categoria paralela

Ferrari e McLaren estão entre os oito times que decidiram, em reunião nesta quinta-feira,
não continuar no campeonato na próxima temporada
GLOBOESPORTE.COM Enstone, Inglaterra


A crise na Fórmula 1 atingiu o status de racha nesta quinta-feira. Diante do impasse com a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) sobre o teto orçamentário para a próxima temporada, a Associação das Equipes (Fota) rompeu com F-1 e anunciou que vai organizar uma categoria paralela em 2010. Após uma reunião de uma hora na fábrica da Renault, na cidade inglesa de Enstone, os oito times da Fota - Ferrari, McLaren, Renault, BMW Sauber, Toyota, Brawn GP, RBR e STR - confirmaram que não houve acordo com a FIA.

- As equipes não podem continuar a arriscar os valores fundamentais do esporte e se negaram a alterar suas inscrições condicionais para a temporada de 2010. Os times não têm alternativa a não ser se preparar para um novo campeonato, que reflita os valores de seus participantes e parceiros. Esta categoria terá um governo transparente, um regulamento, além de encorajar novas inscrições e ouvir os anseios dos fãs, oferecendo ingressos mais baratos. Os melhores pilotos, estrelas, marcas, patrocinadores e promotores historicamente associadas com o mais alto nível do automobilismo estarão na nova categoria disse um porta-voz da Fota.

As equipes da Fórmula 1 tinham até a noite desta sexta-feira para retirar as condições impostas nas inscrições provisórias feitas no início deste mês, sob o risco de ficar fora da F-1 em 2010.

Max Mosley, presidente da FIA, escreveu uma carta aos times na quarta-feira, na qual fazia algumas concessões, mas deixava claro que o teto orçamentário não seria abandonado. Além disso, o dirigente pediu para que as equipes se inscrevessem e se comprometeu a mudar o regulamento, fechando um novo Pacto da Concórdia, documento que rege as relações esportivas e comerciais na F-1.

Após receberem a carta de Max Mosley, as equipes decidiram se reunir na fábrica da Renault para discutir novas medidas e chegaram à conclusão de que não poderia haver um acordo com a FIA. A inclusão da Ferrari, da RBR e da STR na nova categoria deve gerar mais polêmica, que a FIA alega que as três ainda tem contrato com a atual categoria.


Voltar ao Topo
RVangelis está offline  Ver o perfil do usuários Enviar Mensagem Particular Visitar a homepage do Usuário MSN Messenger
doug.manoel
MensagemEnviada: Quarta Junho 24, 2009 21:54  |  Assunto: Responder com Citação


Colaboradores


Burn, motha' fucka'

Sexo: Sexo:Masculino
Idade: 31

Registrado em: Terça-Feira, 9 de Janeiro de 2007
Mensagens: 4.839
Tópicos: 234
Localização: Guarulhos/SP

Twitter: @dougmanoel

Grupos: 
[ABC]
Em nota oficial, FIA divulga lista com os times que correrão na Fórmula 1 em 2010

No fim do comunicado entidade confirma que Max Mosley não vai se candidatar a reeleição como presidente da Federação

Depois de anunciar a criação de uma categoria paralela à Fórmula 1, a Associação dos Times da Fórmula 1 (Fota) chegou a um acordo nesta quarta-feira com a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) para que as oito equipes que compõem a Fota Ferrari, McLaren, RBR, STR, Brawn GP, Toyota, BMW e Renault - não deixem o Campeonato Mundial no ano que vem.

Em um comunicado oficial, a FIA confirma a presença das dez equipes que disputam a Fórmula 1 este ano e a presença dos times novatos USF1, Manor e Campos, além de ressaltar que Max Mosley não vai se candidatar a reeleição para presidência da entidade.

- Como objetivo deste novo acordo e com a perspectiva de um futuro estável para a Fórmula 1, o presidente da FIA, Max Mosley, confirmou sua decisão de não se candidatar a reeleição em outubro deste ano diz a nota.

Confira a nota oficial da FIA:

“O Conselho Mundial Esporte a Motor se reuniu em Paris, em 24 de Junho de 2009. As seguintes decisões foram tomadas:

CAMPEONATO MUNDIAL DE FÓRMULA 1

Todas as equipes competindo atualmente comprometeram-se ao Campeonato Mundial de Fórmula 1 da FIA.

Não haverá série ou campeonato alternativo e as regras para 2010 será o regulamento de 2009, assim como outras normas acordadas antes de 29 de Abril de 2009.

Como parte deste acordo, as equipes irão, dentro de dois anos, reduzir os custos ao nível do início da década de 1990. Os times das montadoras concordaram em apoiar as novas equipes para 2010, provendo a assistência técnica.

As equipes de montadoras concordaram ainda com o permanente e contínuo papel da FIA como órgão administrador do esporte. Eles também se comprometeram a ficar no Campeonato Mundial de Fórmula 1 da FIA, segundo acordos comerciais, até 2012 e concordaram em renegociar e prorrogar o presente contrato antes do final desse período.

Todas as equipes vão aderir a uma versão atualizada do Pacto da Concórdia de 1998.

As seguintes equipes foram aceitas para o Campeonato Mundial de Fórmula 1 da FIA do ano de 2010.

EQUIPES

Ferrari
McLaren
BMW
Renault
Toyota
STR
RBR
Williams
Force India
Brawn GP
Campos
Manor Grand Prix
USF1

Como objetivo deste novo acordo e com a perspectiva de um futuro estável para a Fórmula 1, o presidente da FIA, Max Mosley, confirmou sua decisão de não se candidatar à reeleição em outubro deste ano."

Fonte: globoesporte.com


_________________
Tem sempre um babaca falando merda.
- Ronaldo Fenômeno, 19/abr/09

Voltar ao Topo
doug.manoel está offline  Ver o perfil do usuários Enviar Mensagem Particular Enviar Email MSN Messenger Orkut Profile: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=9877924395890916844
Kollber
MensagemEnviada: Quarta Agosto 19, 2009 16:59  |  Assunto: Responder com Citação





Sexo: Sexo:Masculino
Idade: 33

Registrado em: Quinta-Feira, 22 de Fevereiro de 2007
Mensagens: 1.380
Tópicos: 48
Localização: Minas Gerais

Twitter: @Kollber

Grupos: 
[ABC]
Opa,


FIA muda regra do treino, e pole será definida com tanque vazio em 2010

A FIA publicou nesta quarta-feira o novo regulamento esportivo da F1 para 2010, visando acomodar os 26 carros


A FIA publicou na tarde desta quarta-feira (19) o novo regulamento esportivo para a temporada 2010 da F1. As regras técnicas também apresentadas pela entidade. O objetivo das novas normas é acomodar os 26 carros que agora vão compor o grid no próximo ano, em conformidade também com o Pacto da Concórdia assinado entre a FIA, a FOM (Formula One Management) e as equipes no início deste mês.

A primeira grande mudança foi feita no procedimento do treino classificatório. A federação máxima também confirmou que o atual formato de pontos segue sem alteração, contrariando a vontade de Bernie Ecclestone, que defendia o sistema de vitórias.

A uma hora da sessão classificatória ainda será dividida em três segmentos. Porém, os oito pilotos mais lentos da primeira fase, que terá duração de 20 minutos, serão eliminados. Na segunda parte, de 15 minutos, mais oito competidores ficarão de fora, permitindo que os dez mais rápidos desta fase disputem a pole-position no Q3, que terá 10 minutos.

Na parte decisiva do treino, e como forma de agradar aos fãs, a FIA estabeleceu que os pilotos terão de realizar o treino com pouco combustível, confirmando a proibição do reabastecimento para próxima temporada.

Os outros pontos importantes dos dois documentos incluem a manutenção do atual sistema de pontos e a proibição dos testes durante o campeonato. O peso mínimo dos carros foi aumentado para 620 kg, principalmente por conta da utilização do KERS (sistema de reaproveitamento de energia cinética, em inglês), que continua opcional.

O dispositivo ainda será usado em 2010, apesar do acordo feito com a Fota (Associação das Equipes de F1), que pediu o cancelamento do uso da tecnologia. Ainda quanto à parte técnica, as mantas térmicas, que inicialmente seriam proibidas, estão mantidas para aquecimento dos pneus no próximo campeonato.

Fonte: Grande Prêmio


Abraço!


Voltar ao Topo
Kollber está offline  Ver o perfil do usuários Enviar Mensagem Particular
PedroJungbluth
MensagemEnviada: Sexta Agosto 21, 2009 01:31  |  Assunto: Responder com Citação





Sexo: Sexo:Masculino
Idade: 36

Registrado em: Sexta-Feira, 7 de Abril de 2006
Mensagens: 4.765
Tópicos: 16
Localização: Curitiba Paraná

Twitter: @pedrojungbluth

Grupos: 
[ABC]
finalmente, teremos uma q3 animalesca!
esperava isso desde que separaram o sistema classificatório em 3 partes. Que ao meu ver tornou a classificação mais divertida que as corridas.


Voltar ao Topo
PedroJungbluth está offline  Ver o perfil do usuários Enviar Mensagem Particular Enviar Email MSN Messenger
Kollber
MensagemEnviada: Segunda Agosto 24, 2009 14:31  |  Assunto: Responder com Citação





Sexo: Sexo:Masculino
Idade: 33

Registrado em: Quinta-Feira, 22 de Fevereiro de 2007
Mensagens: 1.380
Tópicos: 48
Localização: Minas Gerais

Twitter: @Kollber

Grupos: 
[ABC]
Opa,



Uma pergunta: sem reabastecimento, quantas voltas terão cada corrida?

Confused


Abraço!


Voltar ao Topo
Kollber está offline  Ver o perfil do usuários Enviar Mensagem Particular
PlayMobile
MensagemEnviada: Segunda Agosto 24, 2009 17:54  |  Assunto: Responder com Citação





Sexo: Sexo:Masculino
Idade: 27

Registrado em: Quarta-Feira, 6 de Setembro de 2006
Mensagens: 2.063
Tópicos: 40
Localização: São Paulo/Minas



Grupos: 
[ABC]
No máximo 35

Voltar ao Topo
PlayMobile está offline  Ver o perfil do usuários Enviar Mensagem Particular
GaBa
MensagemEnviada: Segunda Agosto 24, 2009 21:43  |  Assunto: Responder com Citação





Sexo: Sexo:Masculino
Idade: 28

Registrado em: Sexta-Feira, 6 de Maio de 2005
Mensagens: 356
Tópicos: 10
Localização: Em casa mesmo

Twitter: @gabrielbecker

Grupos: 
[ABC]
[AXN]
[Globo]
Acho que continua o mesmo número de voltas. que vão ter tanques maiores e vão sair com ele cheio.

Voltar ao Topo
GaBa está offline  Ver o perfil do usuários Enviar Mensagem Particular Orkut Profile: https://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=4177080285070738337
Kollber
MensagemEnviada: Quarta Agosto 26, 2009 10:06  |  Assunto: Responder com Citação





Sexo: Sexo:Masculino
Idade: 33

Registrado em: Quinta-Feira, 22 de Fevereiro de 2007
Mensagens: 1.380
Tópicos: 48
Localização: Minas Gerais

Twitter: @Kollber

Grupos: 
[ABC]
Opa,



GaBa, acho que não hein cara. Para se manter corridas com número de voltas entre 50 e 65 aproximadamente, o tamanho dos tanques seria enorme, mas não sou um mestre para responder a isso.

Creio que algumas contas simples chegamos a uma aproximação boa. Alguém sabe quantos kilos/litros cabem em um tanque? E quantos kilos/litros os carros fazem por volta?


Abraço!


Voltar ao Topo
Kollber está offline  Ver o perfil do usuários Enviar Mensagem Particular
PlayMobile
MensagemEnviada: Sábado Agosto 29, 2009 12:51  |  Assunto: Responder com Citação





Sexo: Sexo:Masculino
Idade: 27

Registrado em: Quarta-Feira, 6 de Setembro de 2006
Mensagens: 2.063
Tópicos: 40
Localização: São Paulo/Minas



Grupos: 
[ABC]
Fota discute em Monza ideia de três carros por time

Capitaneadas pela Ferrari, as equipes da Fota realizarão um encontro formal na próxima corrida da F-1, em Monza, na Itália, para discutir a possibilidade da adição de um terceiro carro por time em 2010.

A ideia dos italianos é clara: colocar Michael Schumacher, que retornaria à F-1, ao lado de Felipe Massa e, possivelmente, Fernando Alonso na próxima temporada, formando um "dream team".

"É correto dizer que, se tudo está bem, por que não ver ele [Schumacher] em um de nossos carros", disse o chefe da escuderia de Maranello, Stefano Domenicali, ao jornal inglês "The Times".

No entanto, para a aprovar e efetivar a ideia já no próximo ano, a Ferrari teria de conquistar o apoio unânime das outras equipes; para 2011, teria de contar com o suporte da maioria. Um dos times que já se interessou foi a McLaren.

"Não somos contra", disse Martin Whitmarsh. "Mas a prioridade deve ser manter o espetáculo da F-1. Queremos tentar e garantir que todos os times estão bem financeiramente", completou.

Mas tem gente que não apoia. "Três carros? Não vou aceitar. Isso não é necessário", criticou Frank Williams. "Se for o caso para todos, a Ferrari faria uma trinca em toda a corrida, com mais treinos. Isso é óbvio", completou.

Uol

O que vocês acham??

pensou na Ferrari Shumacher, Alonso e Massa. E na McLaren Hamilton, Rosberg e Vettel. Seria fantástico!


Voltar ao Topo
PlayMobile está offline  Ver o perfil do usuários Enviar Mensagem Particular
melqui D'black
MensagemEnviada: Domingo Setembro 06, 2009 07:35  |  Assunto: Responder com Citação





Sexo: Sexo:Masculino
Idade: 33

Registrado em: Quarta-Feira, 17 de Setembro de 2008
Mensagens: 204
Tópicos: 1
Localização: Rio de Janeiro-RJ



Grupos: Nenhum
Olha, eu não vejo a necessidade de 3 carros Também, não.Tá na cara que isso parece mais manobra política da Ferrari pra manter o poderio nas pistas que ela tá perdendo.Todas as mudanças fazem com que as grandes equipes lutem em iguais condições contra as fracas, e isso é um pesadelo pra elas, pois como já disse vai valer mais a inteligência humana que o poder aquisitivo que proporciona mais tecnologia.

o que tô dizendo aqui não é nenhuma grande descoberta.Hoje, as grandes equipes estão lutando sim, por soluções mais inteligentes para o problema de seus carros.Antes,havia um investimento pesado em aerodinâmica e outras coisas que tiravam as equipes mais pobres da disputa.Só Ferrari e McLaren é que disputavam de igual pra igual.Então,tudo vai favorecer ao espetáculo hoje.

Muitos pilotos reclamaram dos difusores duplos, alegando que os carros atrás de um adversário com difusor duplo trepidava nas 4 rodas.Talvez a invenção do difusor duplo não seja a razão pela qual seja difícil ul trapassar.Na minha opinião, é mais fácil um piloto deixar passar ou se manter no conforto atrás de alguém do que lutar por uma posição.As corridas viraram estratégia pura.Alguns poucos vão ter cara e coragem pra ultrapassar.Tudo porque é mais fácil ficar no conforto,não forçar o motor nem os pneus e preferir ultrapassar nos boxes.


Não sei aonde vai dar tudo isso,mas espero que a F-1 não perca a essência dela.


Voltar ao Topo
melqui D'black está offline  Ver o perfil do usuários Enviar Mensagem Particular Enviar Email MSN Messenger Orkut Profile: Melquisedeque...extravagante
PedroJungbluth
MensagemEnviada: Segunda Setembro 07, 2009 00:31  |  Assunto: Responder com Citação





Sexo: Sexo:Masculino
Idade: 36

Registrado em: Sexta-Feira, 7 de Abril de 2006
Mensagens: 4.765
Tópicos: 16
Localização: Curitiba Paraná

Twitter: @pedrojungbluth

Grupos: 
[ABC]
Acho que poderia ter 3 carros sim, de maneira opcional.
O campeonato de construtores poderia contar com esses três carros. Times com maior aporte financeiro, como Ferrari, McLaren e Toyota poderiam ter os três carros e disputar o título de construtores. times que querem bons resultados mas não podem lutar pelo título, como Willians, poderiam correr com 2 carros.
que com isso teria que rever o sistema de distribuição de dinheiro por desempenho, para não afundar times menores. Quem sabe a distribuição poderia ser pela média de pontos por carro.

Eu não vejo nada de ruim nesses 3 carros, e acho que poderia ser interessante. Nos anos 60 alguns times tinham 5 carros!

Teoricamente, com mais carros por time e menos times, o custo como um todo da F1 seria menor.

E sobre testes: faz anos que a F1 precisa de um regulamento decente de testes, e sempre a Ferrari vetou os regulamentos mais apropriados.

Times que optarem por não ter testes particulares, por exemplo, podem receber 2 horas a mais de treinos nas sextas feiras. Essa regra existiu em 2003 e funcionou muito bem até a Ferrari vetar temendo o desenvolvimento de times menroes como a Renault.
Times que derem a oportunidade para pilotos que nunca disputaram GPs poderão testar algumas horas nas segundas feiras depois de cada GP. Assim o custo para o time é baixo, pois está com a estrutura montada, e facilita a renovação de pilotos, que a F1 está se isolando denovo, como aconteceu 10 anos atrás.


Voltar ao Topo
PedroJungbluth está offline  Ver o perfil do usuários Enviar Mensagem Particular Enviar Email MSN Messenger
Kollber
MensagemEnviada: Quinta Outubro 08, 2009 12:50  |  Assunto: Responder com Citação





Sexo: Sexo:Masculino
Idade: 33

Registrado em: Quinta-Feira, 22 de Fevereiro de 2007
Mensagens: 1.380
Tópicos: 48
Localização: Minas Gerais

Twitter: @Kollber

Grupos: 
[ABC]
Opa,


Calotas aerodinâmicas seriam banidas dos carros na próxima temporada da F-1
Elementos dificultariam ainda mais as ultrapassagens na categoria

As equipes da Fórmula 1 concordaram em banir as calotas aerodinâmicas para a próxima temporada, de acordo com a revista alemã "Auto Motor und Sport". Os elementos dificultariam ainda mais as ultrapassagens na categoria, que já são muito complicadas, por causa da turbulência criada.

Sam Michael, chefe do departamento técnico da Williams, diss em julho que estudos mostraram o efeito negativo das calotas nos carros que vinham atrás. Contudo, o australiano advertiu que banir as peças não é a única solução.

- É o tipo da coisa em que você precisa achar três ou quatro pequenas coisas como estas e fará diferença. Acho que isto seria uma decisão correta, mas precisamos de mais - diz Michael.

Fonte: F1 na Globo.com


Abraço!


Voltar ao Topo
Kollber está offline  Ver o perfil do usuários Enviar Mensagem Particular
Publicidade
Assunto: Publicidade - Use este espaço para divulgar sua empresa  




Anuncie no
LostBrasil


Publicidade LostBrasil:
Clique aqui e saiba como anunciar

Voltar ao Topo
Mostrar os tópicos anteriores:   
Novo Tópico  Responder Mensagem Ir à página 1, 2  Próximo Página 1 de 2

LostBrasil - Índice do Fórum » Esportes » Fórmula 1 » Mudanças para 2010
Ir para:  

Enviar Mensagens Novas: Proibído.
Responder Tópicos Proibído
Editar Mensagens: Proibído.
Excluir Mensagens: Proibído.
Votar em Enquetes: Proibído.
Anexar arquivos: proibido.
Baixar arquivos: proibido.

Bad Twin Desvendando os Mistérios de Lost Identidade Secreta Risco de Extinção Sinais de Vida